A queda do império de Eike Batista

As ações de sua empresa de petróleo, OGX, tiveram um péssimo desempenho na Bovespa, a Bolsa de Valores de São Paulo.

O empresáio Eike Batista viu seu império desmoronar nos últimos meses. A fortuna do empresário caiu de R$ 30 bilhões para R$ 10 bilhões em menos de dois anos. Saiba mais!

O empresário brasileiro, Eike Batista, que já esteve na lista dos homens mais ricos do mundo, viu seu império sofrer uma grande queda nos últimos meses. As ações de sua empresa de petróleo, OGX, tiveram um péssimo desempenho na Bovespa, a Bolsa de Valores de São Paulo.

A crise começou quando os investidores da OGX receberam a notícia de que a empresa interromperia a produção de petróleo nos campos de Tubarão Azul, na Bacia de Campos. A decisão foi anunciada pela organização por conta da inviabilidade econômica de explorar o petróleo na região.

Segundo consultorias de economia, apenas no primeiro trimestre de 2013, as seis companhias de capital aberto de Eike Batista registraram um prejuízo de R$ 1,154 bilhão. Essas empresas perderam juntas o total de R$ 110 bilhões em valor de mercado.

A crise do império de Batista começou justamente quando seus investidores perceberam que os resultados das empresas não corresponderiam às promessas. Os problemas com a exploração de petróleo também foram somados à venda do Hotel Glória Palace, que era propriedade de Eike Batista.

Assim, o empresário que já foi o homem mais rico do Brasil e o oitavo mais rico do mundo, passa por uma situação complicada com relação à saúde financeira de seus investimentos. Atualmente, a riqueza de Eike Batista gira em torno de R$ 10,6 bilhões. É claro que esse montante é muito significativo, mas não chega nem perto dos R$ 30 bilhões que o empresário tinha em 2011.

Veja Também

Irã e a Bomba Nuclear

Democracia no mundo árabe

Influência dos jogos eletrônicos na educação

Terremotos no Nepal

BRICs e a economia mundial

Quais as consequências do Racismo?