A Revolta Cubana

O movimento lutava contra a dominação de Cuba por países estrangeiros, entre eles EUA e Espanha.

A Revolta Cubana teve início na década de 1890, quando Cuba estava sob controle dos Estados Unidos. O movimento lutava contra a dominação de Cuba por países estrangeiros, entre eles EUA e Espanha.

Em 1895, a revolta cubana contra o domínio espanhol foi comandada por José Marti, que acabou sendo morto durante os conflitos.

Em fevereiro de 1898, a revolta cubana evoluiu a ponto de um navio de guerra dos Estados Unidos ser explodido no porto de Havana. Os cubanos acusavam os espanhóis pela explosão.

Em julho do mesmo ano, os Espanhóis se renderam e os Estados Unidos ocuparam Cuba definitivamente.

Em 1902, a Revolta Cubana voltou a ganhar força, o que levou os Estados Unidos a declararem a independência da ilha.

As greves e revoltas que aconteceram em Cuba eram planejadas pela classe proletariada e pelo movimento estudantil. Vale lembrar que, ao longo dos anos, Cuba viveu várias outras revoltas e conflitos entre guerrilhas e governos.

Veja Também

Império carolíngio

A Sabinada

Quilombo de Vassouras

Guerra dos Sipaios

Universidades da Idade Média

China Pós-Mao