A Revolta de Canudos

A Revolta de Canudos, ou Guerra de Canudos, foi um conflito que marcou a queda da monarquia portuguesa no Brasil.

A Revolta de Canudos, ou Guerra de Canudos, foi um conflito que marcou a queda da monarquia portuguesa no Brasil e o início da república. Essa revolta foi liderada por Antônio Conselheiro e aconteceu no sertão nordestino.

Antônio Conselheiro defendia a liberdade das opressões e injustiças que eram impostas a seu povo. Com essa mensagem, Conselheiro conquistou a confiança dos sertanejos.

Em 1876, Conselheiro foi preso e enviado ao Ceará. Quando conseguiu a liberdade, Antônio viajou para a Bahia e conquistou ainda mais seguidores.

Em 1893, Antônio Conselheiro fundou uma comunidade chamada Belo Monte, que ficou conhecida como Canudos. Os membros da comunidade de Canudos eram odiados pela igreja, por políticos e por senhores de terra.

Canudos passou a ser alvo das tropas republicanas e, depois de conseguir resistir a quatro investidas militares, os seguidores de Antônio Conselheiro foram massacrados pelas metralhadoras e canhões de seus inimigos.

Antonio Conselheiro, que já estava doente, morreu nos últimos dias de combate e teve sua cabeça decapitada e exibida como troféu.

Veja Também

Como Adolf Hitler morreu?

Nazismo e Fascismo

O que foi a revolução industrial?

Coronelismo

Acidente de Chernobyl

Como foi o governo de Collor?