Armas Biológicas

O Antraz é a arma biológica com maior potencial de destruição.

As armas biológicas são produzidas pelo homem em laboratórios a partir de agentes químicos, toxinas, bactérias, vírus, etc... Elas são extremamente letais e, por isso, tão temidas em tempos de guerra.

Esse tipo de arma é capaz de destruir sociedades inteiras a partir da contaminação da água, do ar, da terra e dos alimentos.

Nações como Iraque, Irã, Síria, Líbia, Índia, Paquistão, China, Estados Unidos, Rússia, Coréia do Norte e Afeganistão possuem laboratórios para a criação e produção de armas biológicas.

Hoje as armas biológicas mais conhecidas são feitas a partir do Anthrax, Botulismo, Varíola e Ebola. Esses agentes patológicos agem rapidamente no organismo humano, causando sintomas como dores pelo corpo, irritação da garganta, tosse, catarro e manchas na pele. A longo prazo, eles levam também à morte.

Esse tipo artefato já é desenvolvido para infectar um grande número de pessoas. O Antraz é a arma biológica com maior potencial de destruição.

Em 1972, um grupo de 144 países assinou uma convenção para evitar que as armas biológicas sejam utilizadas com finalidades militares.

Veja Também

Filogenia

Virologia

Saúde no Brasil

Citoplasma

Biodiversidade

Clonagem de Humanos