Ataque de Boston

O ataque deixou três mortos e mais de 200 feridos.

Um ataque à bomba matou 3 pessoas durante a Maratona de Boston em abril de 2013.

No dia 15 de abril de 2013, duas bombas atingiram a região próxima à linha de chegada da Maratona de Boston, nos Estados Unidos, transformando a festa em uma cena sangrenta de destruição. O ataque deixou três mortos e mais de 200 feridos. Entre os mortos estava um menino de 8 anos de idade. Pelo menos 10 pessoas feridas tiveram membros amputados.

Vários dos pacientes atendidos no Hospital Geral de Massachusetts sofreram ferimentos nos membros inferiores. Em Washington, o presidente Barack Obama prometeu "As pessoas responsáveis, os grupos responsáveis, vão sentir o peso da justiça", e foi exatamente isso que aconteceu.

O ataque terrorista, perto da linha de chegada da maratona, desencadeou um desespero generalizado, estilhaçando janelas e barricadas e espalhando fumaça no ar na Copley Square. As explosões aconteceram a cerca de 50 a 100 metros de distância, em um trecho do percurso da prova que estava repleto de espectadores aplaudindo os corredores.

As autoridades federais classificaram os atentados como um ataque terrorista. As bombas utilizadas eram pequenas, mas poderosas.

Dois suspeitos foram identificados carregando mochilas em meio à multidão. O FBI identificou os suspeitos como dois irmãos, cuja família havia imigrado para os Estados Unidos como refugiados por volta de 2002.

O primeiro suspeito encontrado foi Tamerlan Tsarnaev, de 26 anos de idade. O jovem acabou morto numa troca de tiros com a polícia. Tamerlan foi morto em 19 de abril de 2013.

O segundo suspeito era Dzhokhar Tsarnaev, de 19 anos. Ele foi capturado pela polícia e vai responder pelo crime.

Ao FBI, Dzhokhar Tsarnaev afirmou que, ao lado de seu irmão, construiu as bombas usando uma explicação publicada em um revista online ligada à Al Qaeda.

Veja Também

União Gay

Vacina da Dengue

Casamento Gay

Terremoto no Haiti

Infraestrutura do Brasil para Olimpíadas

O papel do Brasil no mundo