Bomba de Antimatéria

As bombas de antimatéria, na teoria, poderiam ser feitas a partir de colisões entre matéria e antimatéria.

A bomba de antimatéria só poderia ser produzida em aceleradores de partículas.

As bombas de antimatéria, na teoria, poderiam ser feitas a partir de colisões entre matéria e antimatéria. Esse fenômeno converteria a massa das partículas em energia, criando uma bomba tão potente que a reação de 1 Kg de antimatéria com 1 Kg de matéria seria capaz de produzir 1.8×1017 J de energia.

A antimatéria é feita de átomos inversos dos normais, que apresentam anti prótons, anti elétrons e anti nêutrons. A ciência explica que a antimatéria é uma poderosa fonte de energia, que não causa poluição e nem radiação.

A bomba de antimatéria deveria ser produzida em aceleradores de partículas, num processo extremamente complicado. A antimatéria não existe naturalmente em nosso planeta, mas já foi produzida em laboratório.

A antimatéria também pode ser usada na produção de energia. A dificuldade em se criar uma bomba de antimatéria está no fato de que as partículas necessárias para isso só existem nos raios cósmicos, em substâncias radioativas e nos aceleradores de partículas.

Um fato curioso é que, quando uma partícula de antimatéria se choca com uma partícula de matéria acontece a aniquilação de ambos, dando origem à radiação gama (γ), capaz de liberar uma grande quantidade de energia.

Esse tipo de bomba ainda não existe, pelo menos não existem informações concretas disso. Apesar dos estudos da antimatéria, a criação de uma bomba como essa ainda está longe da realidade. Estudos já demonstraram que criar uma bomba com ¼ de grama de antimatéria poderia demorar cerca de 500 milhões de anos.

Veja Também

Como passar no concurso público?

Lei de Coulomb

Supercondutores

Termometria

Côncavos e Convexos

Reflexão Sonora

Escalas Termométricas