Che Guevara

Che Guevara se formou em medicina e decidiu viajar pela América Latina lutando contra as desigualdades.

Che Guevara nasceu em 1928, em Rosário, na Argentina. Ele foi um guerrilheiro e político e um dos principais líderes da Revolução Cubana.

Ernesto Guevara de la Serna estudou medicina em Buenos Aires e depois de formado, no ano de 1953, ele decidiu viajar pela América Latina e participar da defesa do governo de Jacobo Arbenz, na Guatemala, em 1954.

Já em 1955, ele foi para o México se juntar a Fidel e Raúl Castro, com quem planejou a derrubada da ditadura de Fulgencio Batista, em Cuba.

Che Guevara se tornou um ícone mundial. Ele saiu vitorioso da revolução cubana e, em 1959, passou a dirigir o Banco Nacional e o Ministério da Indústria em Cuba.

Nesse período, Che visitou vários países em missão oficial, inclusive o Brasil em 1961, onde foi condecorado pelo presidente Jânio Quadros.

Em 1965, Che deixou Cuba para participar de guerrilhas de esquerda na África e na América Latina.

O revolucionário foi morto na Bolívia em 9 de outubro de 1967, durante guerrilha contra o governo de René Barrientos, deixando o legado da luta armada revolucionária a todo o Terceiro Mundo.

Che Guevara impulsionou a instalação de grupos guerrilheiros em vários países da América Latina. Sua imagem inspira paixões até hoje e ele chegou a ser eleito pela revista norte-americana “Time” como uma das cem personalidades mais importantes do século XX.

Che escreveu o livro Guerra de Guerrilhas (1960) e um diário sobre sua vida na Bolívia.

Veja Também


Dom Pedro II

Benito Mussolini

Chiquinha Gonzaga

Nelson Mandela

Gonçalves Dias

Getúlio Vargas