China Comunista

A China passou por uma revolução comunista a partir de 1927. Esse período culminou em 1949.

A China passou por uma revolução comunista a partir de 1927. Esse período culminou em 1949. Na primeira fase da revolução aconteceu uma guerra civil entre nacionalistas e comunistas.

No começo da revolução, o general nacionalista Chiang Kai-shek derrotou os comunistas, resultando na expulsão do grupo das cidades de Shangai, Gengzhou e Changsha.

Depois disso, o Partido Comunista Chinês passou a liderança de Mao Tsé-Tung, que determinou uma nova estratégia revolucionária. Assim, os comunistas foram para as zonas rurais com o objetivo de atrair o apoio dos camponeses.

Na segunda fase da revolução comunista da China, que aconteceu entre 1930 e 1937, o conflito entre partidos tomou conta do país.

Foram vários conflitos e os comunistas continuavam com dificuldade para vencer os nacionalistas. Nesse momento, Mao Tsé-Tung liderou a “Longa Marcha” dos comunistas, que percorreu 10 mil quilômetros até a província de Shensi.

Em 1937, o Japão realizou uma ofensiva militar contra a China. Nesse período, os comunistas organizaram um Exército Popular de Libertação, formado por milhões de camponeses, e se uniram aos nacionalistas na luta contra o Japão.

Com a coalizão dos comunistas e nacionalistas, que durou de 1938 a 1945, os japoneses foram derrotados. Depois do tempo de guerra, os comunistas se fortaleceram e deram início a última fase da revolução comunista chinesa.

Em 1949, os comunistas fundaram a República Popular da China, assumiram o poder no país e resolveram vários problemas, como a inflação galopante e a paralisação da produção industrial.

Os comunistas conseguiram equilibrar as finanças da China e realizar a reforma agrária. O poder comunista passou a ser rígido, estabelecendo regras contra os hábitos ocidentais, drogas, prostituição e fortalecendo as tradições chinesas e a educação.

Mao Tsé-tung passou a ser o chefe supremo do país, seguindo o modelo soviético de governo. Depois que a China cortou relações com a União Soviética, Mao Tsé-tung realizou uma revolução ideológica, econômica e cultural na China.

O Partido Comunista Chinês governou por muitos anos de forma ditatorial. Mao Tsé-tung morreu em 1976, e assim Deng Xiaoping começou um novo governo comunista marcado pela abertura econômica.

Veja Também

O fim da segunda guerra mundial

Conflito Árabe-Israelense

Coronelismo

A Sabinada

Como Adolf Hitler morreu?

Império Romano