Consequências da cabanagem

A cabanagem foi uma revolta popular que aconteceu no Pará em 1835.

A cabanagem foi uma revolta popular que tomou conta do Pará em 1835. Conheça as consequências do movimento!

A cabanagem foi uma revolta popular que aconteceu no Pará em 1835. O movimento foi comandado por pessoas da classe pobre, que viviam a realidade da exploração por parte dos ricos.

O objetivo do movimento era aumentar a importância do Pará no Brasil, e melhorar a qualidade de vida dos povos da floresta. Apesar disso, a revolta acabou se destacando pela falta de uma ideologia bem definida, o que levou a vários desentendimentos entre seus líderes.

Os envolvidos na cabanagem eram, em sua maioria, negros, índios e mestiços. Eles trabalhavam em atividades extrativistas na floresta e viviam em cabanas à beira dos rios, daí vem o nome do movimento, cabanagem.

A Cabanagem durou de 1835 a 1840, na província do Grão-Pará. Os cabanos eram comandados pelo cônego, Batista Campos, e pelo jornalista, Vicente Ferreira.

Os revoltosos realizaram levantes armados e conseguiram ocupar o poder na província do Pará por um tempo, mas a falta de um projeto político levou o movimento a perder força.

Como consequência da cabanagem metade da população masculina da região foi morta e muitas tribos foram dizimadas. O movimento resistiu no interior da Amazônia, mas aconteceu por meio de guerrilhas.

O resultado direto da cabanagem foi a morte de cerca de 30 mil pessoas. Além disso, a cidade de Belém ficou destruída, e teve vários prédios e casas queimados.

Veja Também

Negligência Salutar

União Ibérica

Civilização Harapense

Muro de Berlim

Haciendas

O mundo antes da revolução industrial