Criação de e-mail do governo brasileiro

Depois das denúncias de espionagem contra o Brasil, promovidas pelo governo dos Estados Unidos.

Presidente Dilma Rousseff autoriza a criação de um sistema de e-mail exclusivo para o Governo Federal. Medida tem o objetivo de preservar as mensagens oficiais. Saiba mais!

Depois das denúncias de espionagem contra o Brasil, promovidas pelo governo dos Estados Unidos, a presidente Dilma Rousseff assinou um decreto autorizando a criação de um sistema de e-mail exclusivo do governo federal. O objetivo é garantir a inviolabilidade das mensagens oficiais e lutar contra a espionagem.

O sistema de correio eletrônico do governo federal é a primeira das medidas implantadas depois das denúncias de que a Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos estaria espionando autoridades e empresas brasileiras.

A partir de agora, todas as comunicações de dados do governo serão realizadas por redes de telecomunicações e serviços de tecnologia da informação fornecidos por órgãos da administração federal.

A ação vai reunir esforços dos ministérios da Defesa, do Planejamento, Orçamento e Gestão e das Comunicações. Os procedimentos para a implementação do sistema de e-mail do governo ainda serão estabelecidos.

Segundo a presidente Dilma Rousseff, a medida visa à preservação da segurança nacional. O novo sistema de correio eletrônico do governo deve ser feito pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), e deve utilizar a rede da Telebras.

O novo e-mail será obrigatório para todos os órgãos da administração pública federal. O sistema deve ser implantado inicialmente no Ministério das Comunicações.

Veja Também

Reeleição de Dilma Rousseff

Reino Unido saiu da União Européia

Histórico do conflito entre Israelenses e Palestinos

Direitos dos trabalhadores domésticos

Desenvolvimento do Brasil

O que vai cair no Enem 2013?