Crime organizado

Esse tipo de organização criminosa demonstra eficiência e muito controle, o que dificulta o trabalho da polícia no sentido de coibir as ações desses grupos criminosos.

O crime organizado se mantém graças ao pagamento de propina, corrupção e lavagem de dinheiro.

O crime organizado, como o próprio nome diz, corresponde a organizações criminosas organizadas, munidas de armamentos, dinheiro e poder para fraudar e subornar a ordem legal e as autoridades de uma determinada região.

Esse tipo de organização criminosa demonstra eficiência e muito controle, o que dificulta o trabalho da polícia no sentido de coibir as ações desses grupos criminosos. Um exemplo de organização criminosa organizada é o PCC - Primeiro Comando da Capital, grupo que controla o tráfico de drogas no Estado de São Paulo.

No Brasil, o crime organizado é financiado, principalmente, pelo tráfico de drogas, sequestros, jogos de azar e assaltos. Esse tipo de crime sobrevive graças ao pagamento de propina, compras de sentenças e lavagem de dinheiro.

O crime domina os bairros periféricos e as favelas das grandes cidades do Brasil. Num contexto mundial, o crime organizado se mostra mais frequente em países subdesenvolvidos e capitalistas.

O crime organizado pode se estabelecer dentro do sistema político-administrativo nacional, por meio da corrupção pública.

Veja Também

Corrupção

Delinquência

Hooligans

Como funciona o teste de QI?

Maiores sociólogos do mundo

Trabalho infantil