Deriva Continental

A teoria demonstra e confirma a continuidade de rompimento das placas.

A teoria da Deriva Continental foi criada pelo meteorologista alemão Alfred Wegener, em 1912. Esse conceito sugere a existência da Pangéia, continente único que formava a Terra há 200 milhões de anos.

A Pangéia era circundada por um oceano chamado Pantalassa. A teoria da Deriva Continental afirma que a Pangéia teria se rompido lentamente, formando dois continentes: Laurásia e Godwana.

A teoria ainda demonstra e confirma a continuidade do rompimento das placas, até a constituição dos atuais continentes do planeta.

Fósseis de espécies, encontrados em vários continentes, também confirmam a teoria da Deriva Continental.

De uma maneira geral, essa teoria explica a movimentação das placas até a formação dos continentes, mostrando que a Terra é dinâmica.

Veja Também

Ásia

Era do Degelo

Planeta Urano

Sismologia

União Européia

Principais placas tectônicas