Dilma - a primeira mulher presidente do Brasil

Veja a história de Dilma, a primeira mulher presidente do Brasil.

Uma das provas mais evidentes das conquistas femininas neste século é o número de mulheres que, hoje, comandam nações ou têm cargos estratégicos em altos escalões de governos.

Cristina Kirchner, da Argentina, Michelle Bachelet, do Chile, e Hillary Clinton, dos Estados Unidos, encabeçavam a lista das mulheres poderosas do mundo. Mas, agora, um novo nome destaca-se no cenário mundial: Dilma Rousseff, primeira mulher a se tornar presidente do Brasil, primeira mulher a fazer o discurso de abertura de uma Assembleia Geral da ONU.

Dilma Rousseff já gravou seu nome na história nacional e mundial. Mas quem é a primeira mulher a governar o Brasil?
Rousseff é filha de pai búlgaro e mãe brasileira. Ela nasceu em Belo Horizonte numa família de classe média alta.

Aos 17 anos, a atual presidente do Brasil ingressou no Colégio Estadual Central, considerado um dos principais redutos da militância de esquerda na época. A partir de 1964, depois do golpe militar, Dilma passou a integrar o Comando de Libertação Nacional (Colina), grupo que defendia a luta armada para combater a ditadura.
Em 1970, Dilma Rousseff, então com 23 anos, foi presa por subversão e torturada. Três anos depois conseguiu sua liberdade e decidiu morar em Porto Alegre.

Dilma está filiada ao PT há menos de uma década. No fim dos anos 80, ela era apenas secretária de Finanças de Porto Alegre. E agora, depois de ter derrotado nas urnas o tucano José Serra (PSDB) em segundo turno, conquistando o voto de cerca de 55 milhões de brasileiros, a petista é a primeira mulher a se tornar presidente do Brasil.

Veja Também

Como passar no concurso público?

Como funciona a nota de corte do SISU?

Democracia no mundo árabe

Refugiados no mundo

Crise Financeira

Matricula Fácil 2019

Programa mais médicos