Dilma - a primeira mulher presidente do Brasil

Veja a história de Dilma, a primeira mulher presidente do Brasil.

Uma das provas mais evidentes das conquistas femininas neste século é o número de mulheres que, hoje, comandam nações ou têm cargos estratégicos em altos escalões de governos.

Cristina Kirchner, da Argentina, Michelle Bachelet, do Chile, e Hillary Clinton, dos Estados Unidos, encabeçavam a lista das mulheres poderosas do mundo. Mas, agora, um novo nome destaca-se no cenário mundial: Dilma Rousseff, primeira mulher a se tornar presidente do Brasil, primeira mulher a fazer o discurso de abertura de uma Assembleia Geral da ONU.

Dilma Rousseff já gravou seu nome na história nacional e mundial. Mas quem é a primeira mulher a governar o Brasil?
Rousseff é filha de pai búlgaro e mãe brasileira. Ela nasceu em Belo Horizonte numa família de classe média alta.

Aos 17 anos, a atual presidente do Brasil ingressou no Colégio Estadual Central, considerado um dos principais redutos da militância de esquerda na época. A partir de 1964, depois do golpe militar, Dilma passou a integrar o Comando de Libertação Nacional (Colina), grupo que defendia a luta armada para combater a ditadura.
Em 1970, Dilma Rousseff, então com 23 anos, foi presa por subversão e torturada. Três anos depois conseguiu sua liberdade e decidiu morar em Porto Alegre.

Dilma está filiada ao PT há menos de uma década. No fim dos anos 80, ela era apenas secretária de Finanças de Porto Alegre. E agora, depois de ter derrotado nas urnas o tucano José Serra (PSDB) em segundo turno, conquistando o voto de cerca de 55 milhões de brasileiros, a petista é a primeira mulher a se tornar presidente do Brasil.

Veja Também

Haitianos no Brasil

Terremotos no Nepal

Benefícios da Copa do Mundo no Brasil

Grupos econômicos mundiais

Reino Unido saiu da União Européia

USP lança curso online gratuito de ADM