Esparta e Atenas

Essas duas sociedades eram distintas e apresentavam uma política descentralizada, além de costumes e tradições próprios.

Os povos de Esparta e Atenas representavam a diversidade cultural da Grécia Antiga.

Esparta e Atenas foram cidades-Estado da Grécia Antiga. Essas duas sociedades eram distintas e apresentavam uma política descentralizada, além de costumes e tradições próprios.

Os espartanos eram descendentes dos guerreiros dóricos e os atenienses eram originários dos povos da civilização creto-micênica.

Nas questões políticas, Atenas se apresentava como democrática. Já em Esparta, as questões políticas eram dominadas por um grupo de 28 homens, maiores de 60 anos, que formavam a Gerúsia; e também pela presença de dois reis.

Em aspectos culturais e comportamentais, Esparta se mostrava rigorosa quanto à educação física e psicológica das mulheres. Nessa sociedade, as mulheres podiam participar de reuniões públicas, disputar competições esportivas e administrar o patrimônio familiar. Em Atenas, no entanto, as mulheres eram obrigadas a viver em função de atividades domésticas e se mostravam bastante submissas aos homens.

No quesito educação, Atenas buscava exercitar o equilíbrio entre mente e corpo, e Esparta seguia uma tradição militarista.

As diferenças entre essas duas sociedades mostram os contrastes da Grécia Antiga e as riquezas culturais do mundo grego. As cidades de Esparta e Atenas formavam um cenário de extrema diversidade cultural, religiosa, política e econômica.

Veja Também

Como passar no concurso público?

O que foi a revolução industrial?

População Nativa do Brasil

Guerra da Indochina

Império carolíngio

Tráfico Negreiro

A ditadura militar no Brasil