Estilos literários

A literatura escrita em português se iniciou obviamente em Portugal.

A origem da literatura escrita em português iniciou-se, obviamente, em Portugal.

Os estilos literários marcavam a forma como os escritores se expressavam e esses estilos estavam, muitas vezes, em conformidade com o período histórico da época.

A literatura de Portugal surgiu no século 12. Os primeiros estilos foram o trovadorismo, uma forma de poesia cantada, o humanismo, marcante principalmente na obra escrita para o teatro por Gil Vicente, e o renascimento, presente no poema épico Os Lusíadas, de Luís de Camões.

A partir do ano de 1600, os escritos literários começaram a aparecer no Brasil. Abaixo uma lista dos principais estilos literários e suas características:
 
Estilo Barroco – Com linguagem extravagante, este estilo é carregado de metáforas, ou seja, tenta dizer uma coisa utilizando outras palavras, também apresenta paradoxos, que são contradições lógicas e antíteses, que são ideias opostas que mostam conflitos entre a alma e o corpo. Destaque: Gregório de Matos, conhecido como Boca do Inferno.

Arcadismo – Forte ligação com a razão. Destaques: Tomás Antonio Gonzaga, Cláudio Manoel da Costa.

Realismo – Ideologias voltadas às causas sociais e à critica aos valores burgueses. Destaques: Raul Pompéia e a fase madura de Machado de Assis.

Naturalismo – Surgiu durante o realismo com características semelhantes. O estilo é mais explícito em críticas e ideologias. Destaque: Aluízio de Azevedo, autor de O Cortiço.

Parnasianismo – Era contrário ao realismo e ao naturalismo. Para esses escritores, o importante é a arte pela arte. Destaques: a tríade de poetas Olavo Bilac, Raimundo Correa e Alberto de Oliveira.

Simbolismo - Inspirado em obras francesas. Aborda a espiritualidade com valores simbólicos. Destaques: Cruz e Sousa e Alphonsus de Guimaraens.

Pré-modernismo - Obras com influências da inovação. Destaques: Augusto dos Anjos, Euclides da Cunha e Lima Barreto.
 
Modernismo – Mostra a linguagem cotidiana, a liberdade e, principalmente, a brasilidade. Destaques: Mário de Andrade, Oswald Andrade, Carlos Drummond de Andrade, Graciliano Ramos, Jorge Amado e Erico Verissimo.

Veja Também

Classicismo

Análise da obra Dom Casmurro

Jornalismo Literário

Análise da obra Vidas Secas

O Realismo no Brasil

Assonância