Fordísmo

No ano de 1908 a indústria automobilística estava enfrentando uma séria crise.

Durante a segunda revolução industrial surgiu o conceito de produção em massa, o Fordismo dinamizou a produção de carros, um novo processo de fabricação, conhecido como linha de montagem.

No ano de 1908 a indústria automobilística estava enfrentando uma séria crise, o alto custo da produção e a falta de mão de obra especializada, tornava a produção de veículos quase que artesanal.

Henry Ford introduziu um sistema revolucionário, usado até hoje em diferentes indústrias, uma divisão do trabalho especificava o que cada trabalhador precisava fazer e uma correia transportadora levava o veículo até as demais demandas da montagem. Para se ter uma ideia, eles conseguiram montar o veículo Ford T em uma hora e trinta e três minutos, ou seja como tempo é dinheiro, o veículo começou a custar mais barato.

O Fordismo foi uma verdadeira revolução na indústria, com preços atrativos o veículo começou a se tornar popular.

Porém na década de 70, o Fordismo conheceu o seu declínio, seu modelo de gestão não evoluiu e empresas como GM, Toyota ganharam força no mercado.

A Ford teve que se reinventar ao longo dos anos e hoje é uma das maiores empresas de automóveis do mundo, contando com veículos super modernos e com grandes inovações. Mas todo esse sucesso se deve ao grande fundador dessa empresa, Henry Ford.

Veja Também

Invenção da Imprensa

Um pouco da História do Brasil

Reaproximação de Cuba e Estados Unidos

A crise do absolutismo inglês

Os países envolvidos na primeira guerra mundial

Carta de Caminha