Click EstudanteAtualidadesFundo de Financiamento Estudantil

Fundo de Financiamento Estudantil

Autor: Click Estudante

Lido: 68 vezes

Fundo de Financiamento Estudantil

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) foi criado em 1999 durante o governo de Fernando Henrique Cardoso, e ampliado no governo seguinte de Luís Inácio da Silva (Lula), sendo sucessor do Crédito Educativo, que também atendeu milhares de estudantes.

O programa foi reformulado pela Lei nº 10.260, de 12 de julho de 2001, e é um programa do Ministério da Educação que financia cursos superiores não gratuitos com avaliação positiva no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes).

O Fies atende milhões de jovens brasileiros que têm interesse em cursar uma graduação nas diversas Instituições de iniciativa particular de todo o País. O Programa vem passando por diversas reestruturações ao longo dos anos e no atual governo, ele apresentou modificações substanciais.

O motivo para as mudanças, de acordo com o Ministério da Educação, é a alta inadimplência, que tem alcançado quase 50%, e tem gerado enormes rombos aos cofres públicos, o que poderá inviabilizar o programa de financiamento.

Acesse as principais mudanças referentes ao Fies que serão implementadas e as modalidades de financiamento que serão criadas. Elas objetivam atender aos jovens carentes em diferentes escalas de renda.

Critérios para inscrição junto ao Fies


Conforme edital do Fies, que é lançado a cada edição do Programa, os pré-requisitos para os candidatos interessados são:

- Ser de família com renda familiar bruta de no máximo três salários mínimos por pessoa;
- Ter prestado o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010; além de possuir média das notas nas provas igual ou superior a 450, e não ter zerado a redação.

Modalidades Fies: Público e Privado que serão implantados em 2018


Conforme informações do MEC, a partir de 2018 haverá duas modalidades principais para o Fies:

- Fies Público: renda familiar de até três salários mínimos, terá o FG-Fies como garantidor, cujo valor será corrigido pela inflação e taxa de juro real zero.
- Fies Privado: renda familiar de até cinco salário, com recursos do Fundo de Desenvolvimento Nacional do Norte, Nordeste e Centro-oeste. As taxas de juros serão fixadas pelos bancos e terá variação de acordo com cada estudante.
A proposta para 2018 será o oferecimento de 300 mil vagas para o próximo ano, sendo 100 mil financiadas pelo governo, com juros zero.

Comentários

Sugestões de Artigos

Fundo de Financiamento Estudantil
Fundo de Financiamento Estudantil

O Fies atende milhões de jovens brasileiros que tê...

Como terminar o Ensino Fundamental e Médio de Forma Gratuita?
Como terminar o Ensino Fundamental e Méd

Para quem busca uma vaga de trabalho nos dias de h...

A segunda guerra mundial
A segunda guerra mundial

Na segunda guerra mundial o mundo foi dividido pel...

Paranomásia
Paranomásia

Paranomásia é uma figura de linguagem ultilizando ...

Brasil busca a cura da Aids, Câncer e Dengue
Brasil busca a cura da Aids, Câncer e De

Pesquisadores brasileiros têm feito grandes avanço...

Revolta da Chibata
Revolta da Chibata

Nesse período, os oficiais da marinha tinham que c...

Comidas típicas do nordeste
Comidas típicas do nordeste

A herança africana vem do uso de muito temperos, a...

Matrizes Culturais do Brasil
Matrizes Culturais do Brasil

A princípio o branco europeu, o índio e o negro e ...

Comidas típicas do centro-oeste
Comidas típicas do centro-oeste

Os estados que formam a região centro-oeste são: M...

Comidas típicas do sudeste
Comidas típicas do sudeste

Veja qual é a culinária típica do sudeste....

Grupos econômicos mundiais
Grupos econômicos mundiais

Cada grupo econômico apresenta uma característica ...

Liberdade de imprensa na Argentina
Liberdade de imprensa na Argentina

A Argentina vive uma polêmica entre o governo e o ...

© 2016 - Click Estudante - Pesquisas e Trabalhos Escolares |