Haciendas

As haciendas eram grandes fazendas que tinham núcleos com casas de alto valor arquitetônico.

As haciendas foram grandes propriedades implantadas na América do Sul pelos colonizadores espanhóis. Saiba mais!

As haciendas eram grandes fazendas que tinham núcleos com casas de alto valor arquitetônico. Essas propriedades pertenciam a famílias ricas e tradicionais da Espanha.

Mais tarde, esse modelo de propriedade foi exportado para a América, durante o período colonial. Essas terras eram deixadas como herança e tinham grande valor.

A casa das haciendas eram imponentes e a propriedade era dedicada à prática agrícola. Essas propriedades foram comuns no Vale do Guadalquivir, ocupado por espanhóis entre os séculos XIV e XVI.

Os donos dessas terras eram pessoas que tinham verdadeira paixão pela vida no campo. As haciendas eram vistas como um fator de prestígio social.

Essas propriedades eram residências temporárias de uma classe social abastada. Esse tipo de propriedade esteve muito relacionada ao sistema colonial espanhol.

Esse modelo foi exportado para a América no século XVI. O sistema de hacienda chegou à América Latina e foi aplicado em partes do Brasil e do México.

A produção das haciendas visavam sua auto-suficiência. As casas eram repletas de bens de luxo para ostentação.

No México, o sistema de hacienda surgiu em 1529, quando a coroa espanhola concedeu terras a Hernán Cortés e o agraciou com o título de Marqués del Valle de Oaxaca.

Na América do Sul, as haciendas sobreviveram ao colapso do sistema colonial no início do século XIX, mas muitas propriedades acabaram fragmentadas. Atualmente, muitas dessas haciendas funcionam como hotéis de luxo no México.

Veja Também


A Balaiada

Folclore brasileiro

Guerra dos Sipaios

Descolonização da África

Assembléia Constituinte de 1823

O que foi a revolução industrial?