Haitianos no Brasil

Em 2013, o número de haitianos que chegaram ilegalmente ao Brasil aumentou radicalmente.

Apenas em 2013, mais de 6 mil haitianos entraram ilegalmente no Brasil. Entenda a situação desses imigrantes!

Em 2013, o número de haitianos que chegaram ilegalmente ao Brasil aumentou radicalmente. Os estrangeiros entram no país pela cidade de Brasileia, no Acre.

Segundo a Polícia Federal, de janeiro a setembro de 2013, mais de 6 mil haitianos tiveram a permanência legalizada no Brasil. Eles vêm ao país para pedir refúgio e fugir da miséria que assombra o Haiti.

Basileia é uma cidade acreana que faz fronteira por terra com o Peru. É por essa região que os estrangeiros costumam entrar ilegalmente no país.

Ao chegarem ao Brasil, os haitianos são cadastrados e levados para um acampamento. De uma maneira geral, todos acabam recebendo permissão para ficar e trabalhar no país.

Essa corrente de imigração ilegal começou em janeiro de 2010, depois que um forte terremoto devastou o Haiti e deixou 300 mil mortos.

Hoje, o Haiti é considerado o país mais pobre das Américas. Os haitianos fogem para o Brasil com a esperança de conseguirem trabalho para ajudar a família que fica no país de origem.

Em abril de 2013, o governador do Acre, Tião Viana (PT), decretou situação de emergência por causa da entrada descontrolada de estrangeiros no Estado. Atualmente, existe uma força-tarefa para atender os estrangeiros e regularizar a situação dos imigrantes ilegais.

De acordo com relatos dos próprios haitianos, eles chegam a Brasileia de ônibus e são orientados a procurar a delegacia da Polícia Federal para solicitar refúgio. Com isso, eles conseguem os mesmos direitos dos cidadãos brasileiros e podem tirar carteira de trabalho, passaporte e CPF.

Em muitos casos, os haitianos conseguem ainda a concessão de residência permanente em caráter humanitário, que tem validade de até 5 anos.

Veja Também


Criação de e-mail do governo brasileiro

Programa Universidade Para Todos: ProUni

Terremoto no Haiti

Vacina da Dengue

Qual impacto de uma usina hidrelétrica?

Maiores dúvidas sexuais dos jovens