História da Filosofia

Desde que quando o homem tornou-se dotado da capacidade de pensar a filosofia começou a existir.

A filosofia existe desde que o homem tornou-se dotado da capacidade de pensar, uma vez que a filosofia tem como base a reflexão humana sobre a vida e o universo.

Os primeiros grandes pensadores de que temos conhecimento viveram na Grécia Antiga. Os chamados sophos, sábios gregos, já questionavam a existência e buscavam explicações racionais para os conhecimentos mitológicos já no século VI a.C.

Na história da filosofia, a primeira corrente de pensamento foi chamada pré-socrática. Esse filósofos viveram antes de Sócrates e se preocupavam com o Universo e a natureza, entre eles: Tales de Mileto, Anaximandro e Heráclito.

No período clássico, entre os séculos V e IV a.C, os sofistas e Sócrates se destacaram, com propostas pedagógicas, a retórica e a moral humana. Sócrates foi um filósofo que refletiu muito sobre a condição humana no universo.

Platão foi o próximo grande filósofo da história. Discípulo de Sócrates, ele defendia que as ideias formavam o conhecimento intelectual.

Em seguida, podemos citar Aristóteles, filósofo que desenvolveu os estudos de Platão e Sócrates, criando principalmente a lógica dedutiva clássica.

No período Pós-Socrático, por volta de 320 a.C., estabeleceu-se o ceticismo, o epicurismo e o estoicismo.

Já na Idade Média, foram discutidos e questionados o teocentrismo e a escolástica. Um importante filósofo desse período foi São Tomás de Aquino.

Com o fim da Idade Média, os filósofos voltaram a pensar sobre o mundo e o Universo com uma visão racional e científica. Começa, então, o antropocentrismo, em que o homem é o centro do Universo. René Descartes é um nome importante desse período.

Depois vieram o empirismo e o idealismo de Francis Bacon, Thomas Hobbes e John Locke.

No século XVIII, a razão e o método científico passam a ser as únicas formas de evoluir em conhecimento. Immanuel Kant, Friedrich Hegel, Montesquieu, Diderot, D’Alembert e Rosseau se enquadram nesse período.

No século XIX, os filósofos pregavam o positivismo, que mostrava uma sociedade baseada na ordem e no progresso. Nesse momento surge Karl Marx.

Já no século XX aconteceram releituras de várias correntes filosóficas.

A periodização da filosofia é dividida em períodos, segundo a história, a política e a cultura. Veja abaixo:

1) filosofia antiga;

2) filosofia medieval;

3) filosofia moderna;

4) filosofia contemporânea.

Veja Também

Política Ideal

Ecletismo Espiritualista

Antropomorfismo

O que é o espaço?

O que é felicidade?

Existencialismo