Imunologia

É vinculado a imunologia o controle dos mecanismos de defesa corporais, sendo compostos por elementos físicos, químicos e biológicos.

A imunologia estuda a atuação do aparelho de resposta do organismo a corpos estranhos.

O ramo da ciência que estuda a resposta do organismo a fatores externos é chamado de imunologia. É vinculado a imunologia o controle dos mecanismos de defesa corporais, sendo compostos por elementos físicos, químicos e biológicos.

Existem dois tipos de sistemas imunológicos. O primeiro chama-se estático ou inato, já o segundo é classificado como adaptável.

O sistema inato é vinculado à evolução, sendo o sistema básico de formação da linha de defesa do organismo. Sua resistência é restrita, ou seja, não é alterada em contato com outros componentes durante o crescimento do ser. As respostas mais comuns ligadas ao sistema inato são febre, volume de ácidos gástricos e repostas da pele a invasores.

O sistema adaptável atua quando o sistema inato não apresenta resposta satisfatória. É direcionado ao componente invasor e pode estabelecer memória com informações sobre o componente infeccioso para aumentar o rendimento da resposta.

Os principais trabalhos práticos na área de imunologia correspondem aos cuidados com alergias, deficiência imune, rejeição a transplantação e doenças auto-imunes. O resultado é melhor quando o trabalho é feito em conjunto com outras especialidades médicas.

Os órgãos do sistema imunitário são: medula, tecidos linfáticos como o baço, as amídalas, as embarcações de linfa, os nós de linfa, os adenoides e a pele. Os componentes reais do sistema imunitário são celulares e estão presentes na circulação em todo momento e no corpo inteiro.

Veja Também


Descoberta da Penicilina

História da Medicina

Como funcionam as armas biológicas?

Parasitismo

Câncer de próstata

Neurônios