Literatura Gótica

A literatura gótica também é considerada um tipo de romance que usa a psicologia do terror.

A literatura gótica teve início na Inglaterra durante o século XVIII. Saiba mais!

A literatura gótica começou a se desenvolver durante o século XVIII, na Inglaterra. A primeira obra importante desse movimento foi “O Castelo de Otranto” (1764), de Horace Walpole.

A literatura gótica é marcada por algumas características bastante peculiares, como os cenários medievais, as ambientações em igrejas, castelos e florestas, e os personagens melodramáticos, com destaque para as donzelas, os cavaleiros, os vilões e os criados. Geralmente, os temas envolvem profecias, maldições, pragas e segredos do passado.

A literatura gótica também é considerada um tipo de romance que usa a psicologia do terror, com destaque para assuntos que tenham relação com o medo, a loucura e o sexo. A presença do sobrenatural, como fantasmas e demônios, também marca esse tipo de literatura.

Alguns assuntos recorrentes na literatura gótica também são o colonialismo, o monarquismo, as revoluções, a inquisão, o catolicismo, o papel da mulher e a sexualidade. Com relação às concepções estéticas, a literatura gótica é marcada por sinais do neoclassicismo e do romantismo.

Um autor que se dedicou a esse tipo de literatura foi Álvares de Azevedo, que introduziu na literatura brasileira elementos da tradição gótica. Alváres de Azedo escrevia sobre a morte, o amor e o vampirismo.

Escritores europeus e americanos que também seguiram essa tendência foram: Charles Baudelaire, Mallarmé e Edgar Allan Poe. No Brasil, outros nomes de destaque foram Cruz e Sousa, Alphonsus de Guimaraens e Augusto dos Anjos.

O romance gótico é marcado por uma atmosfera de mistério, aflição e terror. A volta ao passado feudal também é constante nesse tipo de literatura.

Os autores góticos eram fãs de imagens obscuras e representações simbólicas de um mundo sobrenatural. Os textos apresentam uma retórica excessiva e uma linguagem hiperbólica.

Veja Também

Rima

Estilos literários

Paralelismo

Literatura de Cordel

O Realismo no Brasil

Métrica