Marechal Deodoro da Fonseca

Depois de deixar a presidência, Deodoro da Fonseca se afastou da política.

Deodoro da Fonseca é um ícone da Proclamação da República no Brasil. Conheça a história desse político!

Marechal Deodoro da Fonseca foi um político brasileiro que nasceu na antiga cidade de Alagoas, hoje chamada de Marechal Deodoro, em Alagoas. A data de nascimento do político é dia 5 de agosto de 1827.

Na juventude, Deodoro estudou numa escola militar. Em 1848, ele entrou para as tropas que participaram da Revolução Praieira.

Em 1885, Deodoro da Fonseca ingressou na política, assumindo o cargo de governador da província do Rio Grande do Sul. Deodoro recebeu o título de marechal, e atuou nos movimentos que antecederam a proclamação da república, que aconteceu em 15 de novembro de 1889.

Deodoro assumiu o comando do governo provisório da república. Depois da promulgação da primeira Constituição brasileira, o Congresso elegeu o Marechal Deodoro da Fonseca para presidente da república.

Ele assumiu a presidência em 25 de fevereiro de 1891. O governo foi marcado por problemas políticos e econômicos, como o desastre da política do encilhamento, que levou muitas empresas e bancos à falência.

A crise política levou Deodoro da Fonseca a renunciar em 23 de novembro de 1891, passando o comando da república para Floriano Peixoto.

Depois de deixar a presidência, Deodoro da Fonseca se afastou da política. Ele faleceu no Rio de Janeiro, em agosto de 1892, vítima de dificuldades respiratórias. Ele foi enterrado com honras militares. Os restos mortais de Deodoro da Fonseca estão no monumento da Praça Paris, no Rio de Janeiro.

Até hoje, o Marechal Deodoro da Fonseca é conhecido como ícone da Proclamação da República.

Veja Também

Como passar no concurso público?

Marechal Deodoro da Fonseca

Leonardo da Vinci

Fidel Castro

Manuel Bandeira

Silvio Santos

Henrique VIII