O Brasil na segunda guerra mundial

Na segunda guerra mundial o Brasil era governado pelo presidente Getúlio Vargas.

Em 1939, as forças alemãs de Hitler tomaram a Polônia, dando início à Segunda Guerra Mundial. Em 1942, o Brasil que era governado por Getúlio Vargas passou a participar do conflito, porém, a princípio o Brasil tomou uma postura neutra, mas depois de alguns ataques a navios brasileiros, o Presidente da Republica, em acordo com o Presidente dos Estados Unidos, Rooselvet, formalizaram a participação do país na guerra.

O envolvimento do Brasil na Segunda Guerra Mundial é pouco comentado, no entanto, existem registros que indicam que a participação do país fora de suma importância, tanto é que, o apoio do Brasil chegou a ser disputado na Segunda Guerra, claro, de uma forma branda pelos países que formavam o Eixo (Alemanha, Itália e Japão) e de maneira mais clara pelos aliados, especialmente pelos norte-americanos, além da Inglaterra e França.

Em julho de 1944, na Itália, chegou o primeiro grupo de militares brasileiros para ajudar os Estados Unidos na libertação da Itália, pois naquela época o país estava parcialmente nas mãos do exército alemão. O Brasil enviou 25 mil homens da Força Expedicionária, 42 pilotos e mais 400 homens de apoio da Força Aérea Brasileira.

Os soldados conseguiram importantes vitórias contra o exército alemão, tomando cidades e regiões estratégicas que haviam sido dominadas por eles, como por exemplo: Monte Castelo, Turim, Montese e outras. Mais de 14 mil alemães se renderam as forças brasileiras que também ficaram com os despojos de guerra, como: milhares de cavalos, carros e munição.

Contudo, a ação dos soldados brasileiros não foi fácil por diversos motivos. Um dos principais foi o treinamento recebido no Brasil e nos Estados Unidos que estava bem distante da realidade que encontraram na guerra e também havia o clima frio dos montes Apeninos, o que unia duas dificuldades: a temperatura e também o campo montanhoso. Na batalha de Monte Castelo houve mais de 400 baixas entre os soldados brasileiros.

A cessão das bases navais e aéreas no Brasil foram fundamentais para os esforços de guerra, um dos locais que teve uma participação decisiva foi Natal, no Rio Grande do Norte. A capital serviu como local para abastecimento dos aviões de guerra americano e base naval antisubmarinos e com o fim da Segunda Guerra Mundial em 1945, foi desfeita em 1946.

Veja Também

Coronelismo

Revolta da Vacina

Guerra dos Sipaios

Como Adolf Hitler morreu?

A primeira guerra mundial

A Balaiada