O movimento iluminista

Trata-se de um movimento filosófico, político, social, econômico e cultural, que pregava o uso da razão para o alcance da liberdade, da autonomia e da emancipação.

O movimento iluminista aconteceu no século XVIII, em várias partes do mundo, principalmente na Europa. Trata-se de um movimento filosófico, político, social, econômico e cultural, que pregava o uso da razão para o alcance da liberdade, da autonomia e da emancipação.

A cidade de Paris, na França, foi o grande berço do Iluminismo. Os pensadores e artistas desse período buscavam expressar a necessidade da educação e da liberdade religiosa.

O iluminismo foi uma reação ao absolutismo europeu, que apresentava características feudais e sofria influência da Igreja Católica. O movimento foi nomeado Iluminismo como uma forma de contrastar com o período da Idade Média, chamado de período das trevas.

Entre os grandes pensadores desse movimento podemos citar John Locke, Montesquieu, Voltaire, Diderot, D’Alembert e Rousseau.

O movimento iluminista buscava a razão e a liberdade, por isso ele acabou resultando em outro movimento chamado de Liberalismo, que tratava da liberdade política e econômica.

Para os pensadores iluministas, o homem deveria ser o centro do mundo, deixando de lado a fé e o misticismo para evidenciar a razão e a evolução. O Iluminismo também era contra as imposições religiosas, as práticas mercantilistas, o absolutismo do rei e os privilégios da nobreza e do clero.

O ápice do movimento aconteceu no século XVIII, que ficou conhecido como o Século das Luzes. O Iluminismo influenciou a Revolução Francesa com o lema “Liberdade, igualdade e fraternidade”.

Veja Também

Negligência Salutar

Universidades da Idade Média

A história do Rio Tietê

Haciendas

Cisma do Oriente

Constituição de 1824