Política Ideal

A política ideal deve ser um sistema misto de democracia e aristocracia, onde os conflitos de interesses entre os ricos e pobres sejam evitados.

Aristóteles escreveu uma obra chamada “Política”, texto em que essa ciência é descrita como objeto da felicidade humana e dividida em ética, que se preocupa com a felicidade individual; e na política, que se preocupa com a felicidade coletiva.

Aristóteles investigou a Política, as formas de governo e as instituições. Para o filósofo, “toda cidade é uma espécie de comunidade, e toda comunidade se forma com vistas a algum bem, pois todas as ações de todos os homens são praticadas com vistas ao que lhes parece um bem" (Pol., 1252a).

Aristóteles dizia ainda que a cidade ideal de Platão, onde há prioridade daquilo que é público sobre aquilo que é privado, não funcionaria. Para ele, as pessoas dão mais valor ao que lhes pertence.

Para ele, a política ideal deve ser um sistema misto de democracia e aristocracia, onde os conflitos de interesses entre os ricos e pobres sejam evitados.

Nesse contexto, a política ideal é aquela que faz todos felizes, sem distinção, convivendo em sociedade e com oportunidades para todos.

Veja Também

Agnosticismo

Vida dos Filósofos

Pragmatismo

Filosofia de Kant

O que é o espaço?

Moralidade