Pragmatismo

Segundo o pragmatismo, o sentido de uma ideia corresponde ao conjunto de seus desdobramentos práticos.

O Pragmatismo foi uma escola filosófica que surgiu no final do século XIX, criado pelo grupo de filosofia comandado por William James e por Oliver Wendell Holmes, Jr.

Essa escola se estabeleceu nos Estados Unidos, baseada na doutrina metafísica. Segundo o pragmatismo, o sentido de uma ideia corresponde ao conjunto de seus desdobramentos práticos. O berço do pragmatismo foi Cambridge, em Massachusetts.

O primeiro registro do termo pragmatismo data de 1898, mas o termo teria sido criado por Charles Sanders Peirce em 1870.

O pragmatismo dizia que “o sentido de todo símbolo ou conceito depende da totalidade das possibilidades de formação de condutas deliberadas a partir da crença na verdade deste conceito ou símbolo”. O importante para essa escola filosófica era a evidência empírica.

Os principais autores que estudaram esse conceito foram: Charles S. Peirce, William James, John Dewey, Ferdinand Schiller, Lewis, Quine, Putnam, Davidson e Richard Rorty.

Essa corrente da filosofia ainda é muito discutida em vários países. Segundo ela, toda afirmação que não tenha relação com a experiência é desprovida de sentido.

Veja Também

Como passar no concurso público?

Dogmatismo

O que é certo e errado?

Arquétipos

O que é felicidade?

O que é o espaço?

Cientologia