Prostituição

No Egito antigo e na Grécia a prostituição era composta como ritualização, as prostitutas eram honradas e consagradas.

Prostituição é a troca de favores sexuais por alguma coisa. Normalmente, a relação é feita entre sexo e dinheiro, mas pode haver interesse de outro tipo como profissional, informação etc.

A prática é mais comum por mulheres, mas também há um grande número de prostituição praticada por homens em todo o mundo. Fala-se que a profissão é a mais antiga do mundo. Desde que o ser humano existe, o sexo serve como moeda para obter algum favor.

Não há documentos ou fatos históricos que confirmem a prostituição como a profissão mais antiga. Foi notado por historiadores que na antiguidade a prática era adotada por meninas como uma espécie de ritual de iniciação na fase da puberdade.

No Egito antigo, na região da Mesopotâmia e na Grécia, a prática era composta como ritualização. As prostitutas eram honradas e recebiam consagração de sacerdotisas.

Com o tempo, a prostituição se vinculou a atividades criminosas em seu contexto social e de atuação. No século 20, a ONU começou uma campanha com medidas para desvincular a prática da criminalidade. As medidas públicas para o controle da exploração sexual de prostitutas envolviam questões ligadas à Aids e também à exploração de menores.

Hoje em dia a prática da prostituição é comum ainda em todo o mundo, tanto em locais desenvolvidos socialmente e financeiramente como em regiões miseráveis.

No Brasil, há um movimento organizado de prostitutas que querem a regulamentação da profissão.

Veja Também

Imigração Ilegal

Democracia

Antissemitismo

Surgimento da sociologia

Liberdade de imprensa

Anarquismo