Reparo tecidual

Na biologia, chamamos de reparo tecidual toda resposta do organismo humano a qualquer tipo de ferimento ou lesão.

O reparo tecidual é a restauração de um tecido do corpo depois de uma lesão.

Na biologia, chamamos de reparo tecidual toda resposta do organismo humano a qualquer tipo de ferimento ou lesão. O reparo de qualquer tecido acontece com o tempo e envolve três fases.

Na primeira fase, ocorre um processo inflamatório; em seguida vem uma fase proliferativa e, por fim, a fase reparadora. O reparo tecidual está relacionado à capacidade que o organismo tem de reconstituir partes lesionadas e reparar danos causados por agentes tóxicos e processos inflamatórios.

Como o nome sugere, o reparo tecidual é a restauração da arquitetura tecidual depois de uma lesão. Essa atividade engloba a proliferação de diferentes células.

Existem dois tipos de reparo tecidual:



Regeneração: quando os tecidos restituem os componentes lesados e retornam ao seu estado normal. A regeneração tecidual acontece em órgãos parenquimatosos, com células estáveis, como o pâncreas, o fígado, as supra-renais, a tireoide e os tecidos pulmonares.

Cicatrização: quando os tecidos prejudicados não são capazes de se reconstruírem por completo. Nesses casos, há deposição de tecido fibroso e o reparo começa 24 horas após a lesão. Esse processo resulta na formação de uma cicatriz.

Veja Também

Saiba o que é Bioética

Clonagem de Humanos

Alguns animais que moram na floresta

Membrana Plasmática

Efeito Placebo

Clorofila