Riquezas do subsolo brasileiro

O subsolo brasileiro guarda uma grande diversidade de riquezas que contribuem de maneira vital para a economia do país.

O Brasil é um dos países mais ricos do mundo em ferro, ouro, estanho e alumínio.

O subsolo brasileiro guarda uma grande diversidade de riquezas que contribuem de maneira vital para a economia do país. Esses recursos movimentam o mercado da mineração, setor básico da economia brasileira.

Segundo a legislação do país, a exploração dos recursos minerais devem gerar desenvolvimento e melhoria das condições de vida da sociedade, tendo em vista o adequado aproveitamento socioeconômico dos bens de titularidade da União. No Brasil, a mineração é uma atividade de interesse público.

A grande variedade de minerais encontrados no subsolo do Brasil vem da formação geológica da superfície do país. Hoje, o Brasil se destaca na produção de ferro (hematita), estanho (cassiterita), alumínio (bauxita), manganês (pirolusita), ouro, nióbio, titânio, urânio, sal, calcário, barita, areia, caulim, níquel, chumbo, cobre e zinco.

A atividade mineradora corresponde a 1% do Produto Interno Bruto (PIB) do país.

Conheça as principais riquezas do subsolo brasileiro:

1 – Na Serra dos Carajás, no Pará, existem grandes aglomerações de minério de ferro. A reserva é uma das maiores do mundo. A região também conta com jazidas de manganês, ouro, cobre e níquel.

2 – No Vale do Trombetas, também no Pará, existe a maior concentração de bauxita do Brasil. A região é responsável por 79% da produção do minério.

3 – Em Maciço do Urucum, no Mato Grosso do Sul, existe uma grande jazida de ferro e manganês. A região ainda não foi muito explorada.

4 – No Quadrilátero Ferrífero, de Minas Gerais, existe a maior produção de ferro do país. A região também conta com manganês e ouro.

Veja Também


Planeta Marte

São Paulo

Maiores reservas de petróleo do mundo

Camadas da atmosfera

Tratamento da água

Buraco Negro