Silvio Santos

Silvio Santos também é conhecido como Seno Abravanel, nascido no Rio de Janeiro em 12 de Dezembro de 1930.

Senor Abravanel, mais conhecido como Silvio Santos, é um carioca, nascido em 12 de dezembro de 1930 no bairro da Lapa. Filho de judeus chamados Alberto Abravanel e Rebeca Abravanel, Silvio começou a trabalhar aos quatorze anos vendendo capas de plástico para título de eleitor e canetas-tinteiro num camelô do Rio.

A capacidade de mesclar números de mágica e diversões, somados a uma boa lábia para as vendas, fez com que Silvio Santos se tornasse conhecido e alcançasse sucesso nos negócios.

Numa ocasião, um guarda municipal apreendeu as mercadorias de Silvio Santos, mas reconheceu o talento do jovem no trato com as pessoas e sua ótima voz. Foi aí que Silvio Santos começou a escreveu seu destino.

O guarda lhe deu um cartão para uma entrevista na Rádio Continental, que possuía estúdios na cidade de Niterói, onde logo conseguiu um trabalho.

Já na rádio, os produtores acharam o nome Senor Abravanel muito complicado para o público e Silvio passou a usar o nome artístico Silvio Abravanel, para depois mudá-lo novamente para Silvio Santos.

Por viajar muito para Niterói e para a Ilha de Paquetá, Silvio Santos começou a se empreender em negócios na barca que transportava os passageiros. Primeiro ele lançou uma rádio na barca e depois resolveu abrir um bar na embarcação.

O negócio deu tão certo que Silvio passou a ser um dos maiores vendedores de uma grande cervejaria de São Paulo.

Em São Paulo, Silvio começou a trabalhar em circos, apresentando espetáculos e sorteios em caravanas de artistas.

Logo passou à televisão, adaptando o formato dos shows, espetáculos e sorteios que fazia no circo. Seu primeiro programa era chamado Vamos Brincar de Forca, que estreou em 1962 na TV Paulista.

Em 1964, passou a comandar seu programa aos domingos, das 12 às 14h e nunca mais saiu da televisão.

Ao longo dos anos, Silvio adquiriu o Baú da Felicidade, empresa que vendia baús de presentes de Natal para crianças e que, depois foi transformada numa empresa de venda de carnês e sorteios.

Quando a TV Paulista foi incorporada à Rede Globo, Silvio seguiu pagando aluguel pelo seu horário dominical. Ele sempre alcançou ótimos resultados financeiros.

No início dos anos 1970, Boni e Walter Clark, diretores da Rede Globo, começaram a achar que o programa de Silvio Santos destoava da grade de programação da emissora, mas ainda assim ele permaneceu na Globo por mais alguns anos.

Em 1976, Silvio começou a comprar horários na Rede Tupi. E, finalmente, em 22 de outubro de 1975, o presidente Ernesto Geisel assinou o decreto 76.488, outorgando a Silvio Santos o canal 11 do Rio de Janeiro.

Depois da falência da Rede Tupi, em 1980, o Programa Silvio Santos foi transferido para a Rede Record, mas o sonho do apresentador era ter uma rede nacional de televisão para si.

Em 1981, Silvio Santos obteve a licença para operar o canal 4 de São Paulo, que se tornou a TVS da capital paulista. A partir das emissoras do Rio e de São Paulo, começou a surgiu o SBT.

A rede se expandiu rapidamente através de afiliações, e a marca SBT passou a ser usada em toda a rede no final dos anos de 1980.

A partir daí, Silvio Santos continuou traçando uma trajetória ascendente de sucesso. E, hoje, ele é tido como um dos mais consagrados ícones da televisão brasileira.

Veja Também

Como passar no concurso público?

Alessandro Volta

John Davison Rockefeller

Leonardo da Vinci

Monteiro Lobato

Fernão Dias

Benjamin Franklin