Click EstudanteBiologiaSuor

Suor

Autor: Click Estudante

Lido: 1880 vezes

Suor

Essa substância que exalamos no corpo pela derme é fundamental para manter nosso equilíbrio.

Um dos líquidos mais importantes para cultivar em ordem o funcionamento do organismo humano é o suor. Embora socialmente seja sinônimo de falta de higiene, o resultado da transpiração é fundamental para nos manter em regularidade.

O suor é resultado da ação das glândulas sudoríparas, que ficam na derme.


Ao menos dois milhões dessas glândulas estão espalhados por lugares estratégicos de nosso corpo, principalmente nos pés, nas mãos e no rosto. Há ausência das glândulas sudorípara nos órgãos genitais, nos seios, mamilos e nos lábios.

Existem duas glândulas que trabalham no processo de suor e são elas as écrinas e as apócrinas.

As glândulas écrinas estão no corpo inteiro, sendo encontradas em quantidade aumentada na testa, pés e mãos. Pequeninas, essas glândulas existem desde o nascimento do ser humano. Elas são concluídas em poros.

As glândulas apócrinas também estão espalhadas no corpo inteiro, sendo encontradas em quantidade superior na região do ânus e nas axilas. Elas são concluídas em folículos capilares. Maiores, essas glândulas surgem na época da adolescência e reúnem grande quantidade de proteínas e ácidos graxos. Essas substâncias produzem um líquido amarelado, normalmente encontrado nas roupas dos que estão na puberdade.

Quando suamos, também produzimos ácido isovalérico e androsterona, responsáveis por exalar um cheiro ruim. A quantidade de glândulas apócrinas é diferente entre as etnias, sendo que nos índios e amarelos a quantidade é reduzida, enquanto nos negro e europeus o volume é maior.

As substâncias que compõe o suor são: água, ureia, ácido úrico e cloreto de sódio. Outras substâncias ingeridas durante o cotidiano podem ser eliminadas pelo suor como vitaminas, cebola, alho e remédios.

O suor existe para manter o corpo na temperatura ideal para funcionamento saudável. Ou seja, esse líquido é refrigerante corporal. Normalmente suamos quando praticamos alguma atividade física, mesmo que pequena. Também expelimos suor quando nos aquecemos demais, sendo em ambientes calorosos ou com roupas mais pesadas.

O suor pode ser decorrente também de alterações hormonais e de problemas de ansiedade.

A apresentação de suor de forma desregulada, normalmente em grande quantidade, deve ser investigada por um dermatologista. Pode-se tratar de hiper-drose, que é a produção excessiva de suor em algumas partes do corpo e exige tratamento adequado.

Comentários

Sugestões de Artigos

Suor
Suor

O suor é resultado da ação das glândulas sudorípar...

Quilombo de Vassouras
Quilombo de Vassouras

O quilombo de vassouras foi um importante local de...

Intestino
Intestino

O intestino é um órgão humano que faz parte do sis...

Acróstico
Acróstico

Os acrósticos podem ter frases e palavras desconec...

Descoberta da Penicilina
Descoberta da Penicilina

A penicilina foi um dos primeiros medicamentos des...

A crise do absolutismo inglês
A crise do absolutismo inglês

Essa crise foi resultado das transformações sociai...

Os Maias
Os Maias

Os Maias foram uma das três grandes civilizações p...

Células-tronco embrionárias
Células-tronco embrionárias

Células-tronco embrionárias são aquelas que podem ...

Filosofia de Kant
Filosofia de Kant

Kant estudou teologia, matemática e física na univ...

Números Racionais
Números Racionais

Todo número que pode ser colocado na forma fracion...

Fusos Horários
Fusos Horários

Fuso horário é determinado por coordenadas geográf...

Coreia do Norte vs Coreia do Sul
Coreia do Norte vs Coreia do Sul

A rivalidade tem como um dos motivos as diferenças...

© 2016 - Click Estudante - Pesquisas e Trabalhos Escolares |