Tradicionalismo

O Tradicionalismo é uma corrente da filosofia.

O tradicionalismo é uma ideia filosófica que considera a sociedade como uma criação que respeita a tradição. Saiba mais!

O Tradicionalismo é uma corrente da filosofia. Esse pensamento filosófico está baseado na tradição como forma de manter o equilíbrio da sociedade.

Muitos filósofos acreditavam que a sociedade era uma criação do homem e que deveria ser regida por leis naturais. Com isso, as pessoas deveriam aprender a manter hábitos e um certo respeito, para garantir que a sociedade permanecesse em equilíbrio.

O tradicionalismo é basicamente a ideia filosófica que aponta a sociedade como uma criação, que respeita a tradição. Para os filósofos tradicionalistas as coisas antigas são boas porque são boas.

Os tradicionalistas não são avessos às inovações. Eles apenas acreditam que a mudança não pode ser radical. Ou seja, a sociedade pode mudar, mas deve evitar o rompimento com seus antecedentes morais.

O tradicionalismo é contra revoluções. Um pesquisador admirado pelos filósofos tradicionalistas foi René Quinton, que publicou um estudo sobre a lei da constância do meio vital dos seres. A obra confirmava a importância de se manter as tradições.

Os tradicionalistas não podem ser confundidos com os conservadores. Eles são diferentes, pois os conservadores são intolerantes, rígidos e totalmente contrários a qualquer tipo de mudança social, política ou cultural.

Veja Também


Dogmatismo

Aristóteles e a razão

Filosofia Medieval

Ceticismo

O que é o tempo?

Vida dos Filósofos