Tráfico Negreiro

O Tráfico Negreiro aconteceu durante a expansão marítima europeia, no século XV. Para suprir a necessidade crescente de mão de obra.

O Tráfico Negreiro aconteceu durante a expansão marítima europeia, no século XV. Para suprir a necessidade crescente de mão de obra, os navegadores passaram a escravizar os índios e a comprar escravos do continente africano.

O mercado da escravidão deu origem às feitorias e portos de abastecimento de escravos na África. A partir desses locais, os escravos eram embarcados e seguiam para as colônias europeias na América.

Os navios negreiros, ou tumbeiros, traziam escravos de várias regiões da África. Os escravos eram tratados com violência e viajavam em situações insalubres, com alimentação reduzida e amontoados nos navios durante a travessia do oceano Atlântico.

No Brasil, os portugueses utilizavam a mão de obra dos negros principalmente nos moinhos de cana-de-açúcar e fazendas do Nordeste. Nesses locais, os escravos dormiam em senzalas, eram acorrentados e sofriam castigos severos.

A escravidão durou quase quatro séculos na América. No Brasil, o tráfico negreiro só foi proibido em 1850, com a assinatura da lei Eusébio de Queiroz.

Depois veio a Lei do Ventre Livre, sancionada em 28 de setembro de 1871; e em 1885, veio a Lei dos Sexagenários, que garantia a liberdade aos escravos com mais de 60 anos de idade.

A Abolição da escravatura no Brasil aconteceu em 13 de maio de 1888, com a Lei Áurea, assinada pela Princesa Isabel.

Veja Também


Guerra da Indochina

Imigração Brasileira

Império Romano

Ciclo do Gado

O apartheid

Como foi o governo de Fernando Henrique?