Origem do Laser

O raio laser tem várias aplicações hoje em dia e contribui muito para áreas tecnológicas, para a medicina e para pesquisas científicas.

Albert Einstein é apontado como o físico que estabeleceu a base para a criação e o desenvolvimento do laser. Saiba mais!

O raio laser tem várias aplicações hoje em dia e contribui muito para áreas tecnológicas, para a medicina e para pesquisas científicas. O raio laser é um tipo de radiação eletromagnética visível ao olho humano. A palavra Laser vem das palavras light amplification by stimulated emission of radiation, que em português significam: amplificação da luz por emissão estimulada por radiação.

O laser é uma luz monocromática, coerente e colimada, que tem aplicação tecnológica e científica. A luz do laser é formada por radiações de uma única frequência. O feixe de luz do laser é muito potente e tem brilho superior ao da luz emitida por uma lâmpada comum.

Os primeiros estudos que deram origem ao laser foram feitos pelo físico Albert Einstein, em 1916. Foi ele quem lançou as bases para a criação do laser seguindo as teorias de Max Plank.

Em 1953, os cientistas retomaram esses estudos e conseguiram produzir o primeiro laser, um tipo de dispositivo que não tinha a capacidade de emitir ondas de forma contínua. Por causa de sua grande contribuição para os estudos sobre o laser, Einstein é apontado como o cientista que descobriu o efeito físico do funcionamento do laser. Ele estudou a emissão estimulada, condição necessária para promover o equilíbrio térmico da radiação com a matéria.

Atualmente, o laser é aplicado em cirurgias médicas, na holografia, nos leitores de CD e DVD e em tantas outras tecnologias.

Veja Também


Campo Gravitacional

Fogo em gravidade zero

Qual o princípio físico de um balão voar?

Teorema de Stevin

Astroquímica

Mistério – O dia Escuro